Histórico do Município


Localizado no Vale do Jaguaribe

    Tabuleiro do Norte tem 941 quilômetros quadrados, o que corresponde a 0,64% do território cearense. Fica a 70 metros de altitude em relação ao nível do mar, está localizado na microrregião do Baixo Jaguaribe, distante 211 Km de Fortaleza. As rodovias de acesso são: BR 116 e CE 377, tendo como CEP o número 62.960-000. Limita-se ao Norte com Limoeiro do Norte; Sul com Alto Santo; Leste com o Estado de Rio Grande do Norte e Oeste com São João do Jaguaribe. Sua população é de aproximadamente 30 mil habitantes, conforme o último censo do IBGE.

É uma cidade jovem, foi emancipada do município de Limoeiro do Norte em 13 de setembro de 1957, através da Lei estadual nº 3.615, assinada pelo governador Paulo Sarasate. Mas, foi no dia 8 de junho de 1958 (data oficial do município, conforme decreto assinado pelo prefeito interino Olimpio Agostinho Maia), que o então prefeito de Limoeiro do Norte, Sabino Roberto de Freitas, assinou a lei que tornava Tabuleiro do Norte um novo município no mapa do Estado do Ceará. 


A ORIGEM


Sua história como povoação é muito antiga e está ligada a religiosidade. Conta a história, que por volta do ano de 1770, um casal de origem portuguesa se instalou por aqui. Francisco Alves Maia Alarcon e sua esposa Luzia Maria Maciel compraram a fazenda de criar gado de nome São José. Acometida de uma grave doença, a esposa do fazendeiro teve um sonho com Nossa Senhora das Brotas  devotada em Portugal  e fez-lhe uma promessa que se alcançasse a cura para sua doença, ergueria uma capela em louvor a Nossa Senhora, como prova de sua fé. A graça foi alcançada e a capela erguida. A partir daí, começou a crescer um povoado que teve várias denominações. Chamou-se primitivamente Tabuleiro de Areia. Passando depois a Joaquim Távora, Ibicuipeba, até receber o nome definitivo de Tabuleiro do Norte. 


   

O DESENVOLVIMENTO

Apesar de ser um município jovem, Tabuleiro do Norte apresenta um grande desenvolvimento econômico. E isso se deu graças à aptidão de grande parte da população que atua no pólo metal-mecânico. Sua renda é impulsionada pelos mais de 500 caminhões que percorrem o Brasil de ponta a ponta. Para atender esse potencial, vieram as oficinas mecânicas, borracharias, casas de peças e acessórios e outros prestadores de serviços. Uma das maiores fábricas do Brasil de molas para caminhões e automóveis (Molas Tabuleiro) emprega diretamente mais de 400 pessoas.

A agricultura também tem peso na economia. O município está encravado na Chapada do Apodi, uma das maiores produtoras de frutas do Nordeste. Fruticultores locais e de outras partes do país produzem e exportam para diversos mercados, principalmente, o mercado internacional. A apicultura é outro destaque no município. A agricultura de subsistência familiar é responsável pela produção de feijão, milho mandioca e outras culturas.


O TURISMO


ROMARIA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE  OLHO DÁGUA DA BICA

A cidade de Tabuleiro do Norte recebe anualmente milhares de romeiros vindos dos mais diversos locais, que vão reverenciar e pagar suas promessas no santuário de Nossa Senhora da Saúde no distrito de Olho D’água da Bica. Essa peregrinação acontece no inicio do mês de agosto e tem seu ponto alto no dia 15 do mesmo mês, dia dedicado a Santa e que é feriado municipal. A romaria de Nossa Senhora da Saúde é considerada a terceira maior romaria do Ceará.



ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL  OLHO DÁGUA DOS CURRAIS

O Olho D’água dos Currais conta com uma APA-Área de Proteção Ambiental que fica em cima da Chapada do Apodi. Com um visual encantador, lá todos os anos é encenado o tradicional Natal Vivo no Morro do Cruzeiro. Os moradores da comunidade são os responsáveis pela produção e apresentação do espetáculo que leva centenas de pessoas ao bucólico local.



FESTIVAL DOS CAMINHONEIROS - ACATAN

Outra festa bastante prestigiada é o Festival dos Caminhoneiros que acontece a mais de 20 anos. Na primeira semana de setembro a cidade vive um verdadeiro burburinho com os caminhoneiros e seus familiares envolvidos no evento que homenageia a categoria. A festa é promovida pela Acatan-Associação dos Caminhoneiros de Tabuleiro do Norte e têm como ponto alto a carreata pelas ruas da cidade com o impressionante número de 250 carretas.



TRADICIONAL CARNAVAL

O carnaval promovido pelo poder público é outro grande evento do município e já é considerado um dos melhores do interior do Estado. Começa com a tradicional "Charanga de seu Leuzim" que resgata os antigos carnavais de salão com frevos e marchinhas nas quatro sextas-feiras que antecedem o carnaval. Depois a folia se estende para o Complexo Turístico Passagem Molhada as margens do Rio Quixeré (braço do Rio Jaguaribe), na Avenida Capitão José Rodrigues e finalizando na Praça de Eventos.



PONTO DE CULTURA DA BARRINHA - ACAFEB

A Associação Cultural Ação e Fé da Barrinha-Acafeb promove anualmente duas festas religiosas de grande aceitação popular. Durante a Semana Santa é encenada a Paixão de Cristo. Já no mês de dezembro é encenado o Natal Vivo. Mais de 100 atores da própria comunidade são os protagonistas desses maravilhosos espetáculos. A Acafeb conta ainda com um ponto de cultura, banda de música e um teatro de arena.